Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





A Arte de Dormir Sozinha - Autora virá a Lisboa

por Tânia Breda, em 27.02.14

A Arte de Dormir Sozinha de Sophie Fontanel

 

Sinopse

"A autora deste livro insubordinou-se. Aos 27 anos, o seu corpo e a sua cabeça juntaram-se e decidiram a mesma coisa: por perda do desejo recusaram-se a ter vida sexual. Durante 12 anos, uma jornalista francesa, uma atractiva mulher parisiense, escolheu a abstinência sexual.
E como é que o mundo à volta dela reagiu? Com desconfiança e em estado de choque.
É essa experiência que Sophie Fontanel testemunha neste livro. O mundo dela é um mundo de glamour, um mundo de homens apetecíveis e disponíveis.
Mas Sophie deixou de ter vontade e descobriu, nessa ausência de desejo, um outro mundo de liberdade e de sensualidade. Este é um livro perigoso: as suas convicções sobre o amor, o sexo e o casamento vão sofrer um abalo."

 

 

  "A Arte de Dormir Sozinha" Conquista Nova Iorque

 

Dizer alto e bom som que deixou de se fazer sexo é ou não é a maior transgressão do nosso tempo?

 

É mais ou menos esta a pergunta que faz a conceituada “New York Times Review of Books”. Emily Witts, na sua coluna “The Shortlist”, elege «A Arte de Dormir Sozinha» como um dos livros da semana e declara que a verdadeira chave do livro é a sua “proclamação pública da abstinência do sexo”.

 

Publicado em Portugal pela Guerra e Paz Editores, esse livro que conquistou Nova Iorque, com artigos no New York Times e no Wall Street Journal entre outros, faz fantasiar os americanos. Uma mulher decidiu deixar de fazer sexo. Os homens pensam que o problema deve ser do namorado que tinha e tentam assaltá-la. Algumas mulheres pensam que ela deixou de gostar de homens e tentam o engate lésbico.

 

«A Arte de Dormir Sozinha» já está nas livrarias portuguesas e, para discutir e esclarecer todos estes pontos, Sophie Fontanel virá agora a Lisboa.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Título: Quando o Cuco Chama

Autor: Robert Galbraith

Editora: Editorial Presença

Edição de: Outubro 2013

Páginas: 496

PVP: 21,90€

 

Sinopse

"Quando uma jovem modelo, cheia de problemas na sua vida pessoal, cai de uma varanda coberta de neve em Mayfair, presume-se que tenha cometido suicídio. No entanto, o seu irmão tem dúvidas quanto a este trágico desfecho, e contrata os serviços do detective particular Cormoran Strike para investigar o caso. Strike é um veterano de guerra - com sequelas físicas e psicológicas - e a sua vida está num caos. Este caso serve-lhe de tábua de salvação financeira, mas tem um custo pessoal…
Um policial envolvente e elegante, mergulhado na atmosfera de Londres. Quando o Cuco Chama é um livro notável, um romance policial clássico na tradição de P. D. James e de Ruth Rendell, que marca o início de uma série verdadeiramente singular escrita por Robert Galbraith, o pseudónimo de J.K. Rowling, autora da série Harry Potter e do romance Morte Súbita."

 

Sempre gostei dos livros de Harry Potter, e já em miúda lia-os com grande rapidez. Assim que ouvi falar do novo livro (uma estreia policial) de J. K. Rowling, Quando o Cuco Chama, fiquei cheia de curiosidade e tive de adquiri-lo imediatamente. Apesar de estar assinado por Robert Galbraith, este é o pseudónimo de J. K. Rowling.

Após terminar a sua leitura, as minhas expectativas não poderiam estar mais certas.

Cheio de mistério do início ao fim, o livro Quando o Cuco Chama envolve-nos na história e investigação do detective Cormoran Strike e da sua assistente Robin para descobrir o assassino de Lula Laundry. Durante todo o livro, fiquei a querer saber mais sobre Cormoran, e a certa altura até achei que ele e Robin ficariam muito bem juntos! :)

Se no início nos faz dúvidar, questionar e pensar conforme se vai desenvolvendo a história, o fim deixa-nos surpreendidos quando descobrimos o verdadeiro assassino!

Um livro fantástico com uma escrita bastante cativante e envolvente, ficarei a aguardar o segundo volume "The Silkworm" que sairá em meados de Junho ainda deste ano! Yess!

 

 

Classificação: 5/7

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Livros: As Novas Aquisições de Fevereiro

por Tânia Breda, em 25.02.14

Hoje trago-vos as minhas aquisições de livros deste mês.
A Chave de Cláudia Valle Santos da Edições Vieira da Silva,
O Intruso de Carina Rosa da Chiado Editora,
O Último Mistério de Lynn Sholes e Joe Moore da Publicações Europa-América,
A Menina dos Ossos de Cristal de Ana Simão e O Inferno do Vaticano de Flávio Capuleto da editora Guerra e Paz.
Ainda aguardo a chegada de mais livros, 3 deles da Editorial Presença do passatempo que já falei aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

  

De muitas novidades que a editora Gradiva tem este mês, uma delas é A Minha Breve História de Stephen Hawking.

Com um PVP de 10,80€ (encontra-se com 10% de desconto) e 116 páginas, trata-se de uma autobiografia deste brilhante cientista.

 

Sinopse

Autobiografia de um dos mais brilhantes cientistas do nosso tempo, que mostra um Hawking apenas entrevisto nos seus livros anteriores: o estudante curioso a quem os colegas alcunharam Einstein, o gracejador que apostou uma assinatura da Playboy sobre a existência de buracos negros e o jovem marido e pai lutando para conquistar um lugar no difícil mundo académico, sem esquecer o diagnóstico, aos 21 anos, da doença que o confinaria a uma cadeira de rodas. Um relato corajoso e sensível, uma mensagem de esperança e uma lição de vida.

  

Stephen Hawking tem deslumbrado leitores em todo o mundo com uma série de best-sellers sobre os mistérios do Universo. Agora, pela primeira vez , o cosmólogo mais brilhante do nosso tempo, em vez de olhar para o Universo, olha para dentro, oferecendo-nos um olhar revelador sobre sua própria vida e evolução intelectual.
A Minha Breve História relata a viagem improvável de Hawking, desde a sua infância no pós-guerra em Londres até aos anos de celebridade mundial. Ricamente ilustrado com fotografias raramente vistas, este relato conciso, inteligente e sincero apresenta um Hawking raramente vislumbrado nos livros anteriores: o estudante curioso a quem os colegas logo chamaram Einstein, o humorista que uma vez apostou uma assinatura da Playboy com um colega sobre a existência de buracos negros, e o jovem marido e pai lutando para ganhar uma posição no difícil mundo académico.

 

Escrevendo com humor e humildade, Hawking fala sobre os desafios com que se viu confrontado após o diagnóstico de esclerose lateral amiotrófica aos 21 anos de idade. Traçando o seu desenvolvimento como pensador, explica como a perspectiva de uma morte precoce o impulsionou na direcção de vários avanços intelectuais, e fala sobre a génese de sua obra-prima Breve História do Tempo, um dos livros de ciência emblemáticos do século XX.
Íntimo e sábio, A Minha Breve História abre-nos uma janela para o cosmos pessoal de Hawking.

 

«Um retrato conciso e brilhante.»

Nature

 

«Hawking escreve de modo comovente... Ouvimos a sua voz irradiando diretamente do buraco negro da sua doença neuronal, sem a amplificação e a elaboração dos co-autores com quem escreveu os seus últimos livros.»

Financial Times

 

«Leia este livro para encontrar pepitas pessoais. Mas, acima de tudo, vale a pena ler a sua mensagem de esperança.»

Mail on Sunday

 

«O cérebro de Stephen Hawking tem uma invejável vastidão: ele vê e entende coisas que estão muito além do que consegue a maioria de nós... Mas a sua modéstia é admirável.»

Daily Mail

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Resultado do Passatempo "As Gotas de Um Beijo"

por Tânia Breda, em 23.02.14

 

Aqui está o resultado do passatempo que em colaboração com a editora Alfarroba, o blog Chuva de Letras tinha para oferecer um exemplar do livro As Gotas de Um Beijo de Carina Rosa.

 

O passatempo terminou ontem, dia 22 de Fevereiro às 23h59.

Neste passatempo contámos com 102 participações, mas apenas 97 se encontram válidas.

 

As respostas correctas às perguntas eram:

 

1. Muito nova a autora começou a apreciar a escrita e a leitura, e já desejava escrever bem. Como começou a fazê-lo?

Resposta: Em espécies de diários e poemas de amor.

2. «As Gotas de um Beijo» é uma história de amor e de amizade que envolve personagens maduras entre...

Resposta: entre os 35 e os 45 anos.

 

A vencedora do passatempo é:

Nº 11: Andreia Martins (Póvoa de Varzim)

 

Parabéns Andreia!

Obrigado a todos aqueles que participaram neste passatempo :)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 

Título: A Menina dos Ossos de Cristal

Autor: Ana Simão

Editora: Guerra e Paz

Edição de: Fevereiro 2014

Páginas: 192

PVP: 12,99€

 

Celebrando uma nova parceria, desta vez com a Guerra e Paz Editores, tive a oportunidade de ler A Menina dos Ossos de Cristal de Ana Simão.

O livro é um testemunho da própria autora do livro, e tal como Inês, que é a protagonista da estória, nasceu num corpo muito frágil com Osteogénese Imperfeita. Os ossos partem-se em pedaços, como se fossem de cristal.

Neste livro fazemos a leitura de duas perspectivas, a da mãe da Inês e da Inês, onde acompanhamos a vida desta com OI desde criança até adulta.

Inês, é um grande exemplo para todos nós, nunca desistiu, sempre lutou e venceu o sofrimento.

Já conhecia a doença, mas muito superficialmente. Jamais imaginei que os ossos se poderiam quebrar tão facilmente...

Em certos momentos, senti-me revoltada, como era possível não estarem a dar a devida atenção médica à Inês?  

Recomendo sem dúvida a leitura deste livro, encontrei nele uma escrita simples e esclarecedora, acessível a todos, e uma estória tão envolvente que só posso agradecer à autora por nos ter dado a conhecer este testemunho, assim como as suas lindas fotografias.

 

Sinopse

Inês é uma menina única, como todas as meninas do mundo. Mas, ao contrário delas, Inês nasceu num corpo muito frágil e os seus ossos partem-se em mil pedaços, como se fossem de cristal.
 Inês tem uma doença muito rara, Osteogénese Imperfeita (OI) - mais vulgarmente conhecida como doença dos ossos de vidro - e aos 14 anos o seu pequeno corpo já tinha sofrido mais de 100 fracturas.
A menina cuja história de luta e coragem vamos acompanhar não se deixou vencer pelo medo: nem quando quis dar os primeiros passos e não conseguiu, nem quando todas as crianças corriam e brincavam e ela estava numa cama de hospital, embalando nos seus sonhos Mefibosete, o menino imaginado pelo seu pai.
Da perda da inocência nas mãos de um curandeiro, passando pela enorme luta da família para não a perder, até à licenciatura conquistada a pulso, a vida da Menina dos Ossos de Cristal transforma-se, diante dos nossos olhos, no triunfo da mulher que, contra todas as expectativas, consegue vencer. Como todos aqui aprenderemos, há apenas uma frase rara que nós, como Inês, nunca devemos esquecer: amor é poder.
Um livro que conta com a divulgação e promoção por parte da APOI (Associação Portuguesa de Osteogénese Imperfeita) e a Associação Raríssimas.

 

Está agendada para o dia 1 de Março, sábado, em Santarém, no W Shopping, a apresentação deste livro.

A sessão de lançamento da obra, que terá lugar no espaço da Bertrand, às 16h00, vai contar com intervenções de Laurinda Alves e de Maria do Céu Barreiros, presidente da Direção da Associação Portuguesa de Osteogénese Imperfeita (APOI).

 

Fico bastante grata à editora Guerra e Paz pela oportunidade de ler este maravilhoso livro.

 

Classificação: 4/7

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já sabem da novidade?
Desde ontem que a Editorial Presença está a dar livros grátis!
Apenas paga os portes de envio.
Ao encomendar 3 livros, paga apenas 4,80€!
Participe já:  http://livrosgratis.presenca.pt/163

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/3




Estou a ler...



Tabela de Classificação:



WOOK - www.wook.pt