Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Novas edições em dia de aniversário

A Guerra e Paz comemora o 8º aniversário com nova edição de

O Livro de Agustina e a reedição de As Meninas

 

 

A Guerra e Paz faz a festa com a reedição, em novos formatos ou com alterações gráficas e acrescentos, de dois dos mais prestigiantes títulos do seu catálogo. 

 

A «O Livro de Agustina», a única autobiografia da maior escritora portuguesa, aliamos a reedição de «As Meninas», um livro precioso onde a escrita de Agustina Bessa-Luís encontra a pintura de Paula Rego. Dois livros lindos que são dois estimáveis objectos para coleccionadores, para bibliófilos. Mas dois livros, também, com uma escrita fulgurante: n’ «As Meninas», Agustina transforma Paula Rego numa das suas personagens, atacando-lhe os segredos, as suas coisas proibidas, as suas conspirações; n’«O Livro de Agustina», Agustina ficciona as suas próprias vivências, em trechos tão deliciosos como este:

 

“Nessa altura já me chamavam a eremita de Esposende. Estava a tornar-me típica e, além disso, a ficar bronzeada. Detesto apanhar sol, partilho aquele

preconceito que a própria Sulamita confessou, que era o ser morena. Não se é Bessa Leite sem motivo.”

 

Sobre As Meninas:

 

O texto de Agustina Bessa Luís é espantoso. Belíssimo.

Francisco José Viegas

 

… chega-me o soberbo livro de Agustina Bessa-Luis sobre alguns quadros de Paula Rego intitulado As Meninas… livro de iniciação: às vezes esquecemo-nos de que Agustina é uma feiticeira…

Maria Elisa

 

É aí que Agustina entra. E parecendo que não, como ficcionista consumada, mais do que interpretar as personagens acaba, afinal, por fazer de Paula Rego também uma personagem.

Vasco Graça Moura

 

Sobre O Livro de Agustina:

 

E acho que o texto está muitíssimo bem adaptado àquele grafismo. Acho que é um belo livro.

Agustina, ela-própria sobre a primeira edição deste livro

 

O Livro de Agustina. A escritora escreveu o texto, deu as fotografias do seu arquivo pessoal. Não é uma fotobiografia. O que é? Um acompanhamento. Como numa procissão.

Tereza Coelho

 

… um belo livro sobre uma personagem extraordinária – e uma meditação sobre a vida que Agustina aceita descrever.

Francisco José Viegas

 

Aproveito para desejar à Guerra e Paz editores os parabéns e muitas felicidades!

Continuem o bom trabalho! ;)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Estou a ler...



Tabela de Classificação:



WOOK - www.wook.pt