Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O livro com as notas pessoais do papa João Paulo II, que o seu secretário Stanislaw Dziwisz, atual arcebispo de Cracóvia, não queimou, é um dos 17 títulos que a Planeta Editora conta editar entre setembro e novembro.

 

 

"Contrariando a última vontade do papa", o arcebispo não queimou as notas que são publicadas em outubro, em Portugal, sob o título "Estou nas mãos de Deus". 

A obra inclui "anotações, escritas em polaco, com passagens em latim, palavras soltas, meditações mais desenvolvidas, muito ricas em referências bibliográficas e cuidadosamente classificadas e datadas pelo autor", afirma a editora em comunicado.

 

Ainda na área da "não-ficção", é publicado, também em outubro, o livro "A vida secreta de Fidel Castro", de Juan Reinaldo Sánchez, ex-guarda-costas do líder cubano.

 

Segundo a mesma fonte, é apresentado nesta obra "um lado nunca conhecido de Fidel, os seus luxos, os seus devaneios".

 

"Juan Sánchez relata neste livro hábitos de um homem dependente dos vícios do capitalismo, que o comunismo de Cuba nunca tolerou. O seu estilo de vida foi o de um capitalista, sem quaisquer limites", afirma em comunicado a editora.

 

Sánchez teve, como funções, "provar todos os vinhos e alimentos que ofereciam ao ex-líder de Cuba, ou afugentar tubarões quando Fidel Castro decidia fazer pesca submarina".

 

Nesta área serão ainda publicados outros dois títulos, "O mundo nas tuas mãos", de Elsa Punset, a autora de "Uma Mochila para o Universo", e a edição comemorativa do 60.º aniversário do "Guiness Book -- Livro dos Recordes".

 

Na área da ficção, a Planeta Editora conta editar cinco títulos, nomeadamente "A mulher louca", de Juan José Millás, que no dia 01 de outubro estará em Lisboa para promoção da obra.

 

O romance "A mulher louca" é publicado em setembro, tratando-se de "uma história em que o leitor decidirá o que é verdadeiro e o que é falso. Uma investigação sobre os limites da realidade e da ficção numa obra que condensa a essência de Millás: humor inteligente, diálogos excecionais e uma escrita provocatória", segundo a editora.

 

Na ficção serão publicados quatro títulos: "O Céu voltou" (título provisório), de Clara Chávez, obra vencedora o Prémio Planeta, em Espanha, no ano passado; o segundo romance do jornalista Cesário Borga, "Ethel, amanhã em Lisboa"; a estreia no romance da contista e dramaturga Cláudia Clemente, com "A Casa Azul"; e, de um autor anónimo, "O Homem que era Salazar".

 

No romance histórico, em novembro, é publicado o 5.º volume da série "A guerra dos primos", de Philippa Gregory, "A Princesa Branca", e reeditado o título "Nove mil passos", de Pedro Almeida Vieira, por ocasião do 10.º aniversário da primeira edição.

 

Na área do ensaio, em outubro, surgirá "Como sobreviver em Portugal continuando a ser português", de Gabriel Magalhães.

 

A Planeta conta ainda editar "Magisterium", primeiro livro de uma série de cinco, de autoria de Cassandra Clare e Holly Black, e ainda na área do fantástico, de Cassandra Clare é publicado em novembro "A cidade do fogo celestial".

 

Tendo como alvo o público infanto-juvenil a Planeta edita em outubro "Destrói este diário", de Keri Smith, e em novembro, "O filho de Neptuno", de Rick Riordan.

 

Fonte: Notícias ao Minuto

Autoria e outros dados (tags, etc)



Estou a ler...



Tabela de Classificação:



WOOK - www.wook.pt