Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Novidades Gradiva - Agosto 2014

por Tânia Breda, em 26.08.14

Todas estas novidades da editora Gradiva já podem ser adquiridas a partir deste mês.

 

As Curandeiras Chinesas

Um motim que abalou a I República 

 

Autor: Joaquim Fernandes

Editora: Gradiva

Páginas: 264

PVP: 12,60€

 

Sinopse

Lisboa, Novembro de 1911.

Duas chinesas chegam à capital e recuperam a visão dos cegos mais pobres que as consultam. Publicitado o «milagre», cresce a histeria colectiva e as autoridades ordenam a expulsão das duas curandeiras. A decisão acende um rastilho de protestos, no Parlamento e nos ministérios, congregando multidões em inflamados comícios. Há mortos, feridos e detidos nos motins da Baixa lisboeta. Cúmulo das ironias, Machado Santos, o vencedor da Rotunda, o fundador da República, torna-se de súbito no inimigo público dos que, um ano antes, o haviam levado em ombros...

Um romance histórico de grande qualidade literária, baseado em factos verídicos.

 

 

 

Diálogos com Deus em Fundo

 

Autor: António Marujo

Editora: Gradiva

Páginas: 340

PVP: 13,95€

 

Sinopse

Há um problema velho de décadas no catolicismo português: a quase ausência de uma reflexão pertinente sobre a sociedade, a experiência cristã e a própria questão de Deus. O «estatuto de clandestinidade» a que o pensamento religioso, bíblico e teológico é tantas vezes actualmente remetido contraria, no entanto, o que se passou ao longo da História: Santo António de Lisboa, Pedro Hispano, João de Barros, Isaac Abravanel, Samuel Usque, António Vieira, Guerra Junqueiro, Teixeira de Pascoaes, Agostinho da Silva ou Manuel Antunes, alguns dos nomes grandes que reflectiram a condição humana a partir da interrogação religiosa. Ou que se interrogaram religiosamente a partir da condição humana. 

 

Por isso, o presente conjunto de entrevistas pretende dar expressão de cidadania à teologia, à reflexão sobre Deus, ao debate sobre a vida a partir da experiência crente (ou sobre a reflexão dos não-crentes acerca da dimensão religiosa). O debate cultural não pode continuar a remeter para a clandestinidade essas vozes que, pela sua diferença, podem ser um contributo fundamental também para a definição das escolhas sociais. Pelo contrário: religiões e cultura têm de se abrir mutuamente, para permitir que a condição humana seja mais dignamente vivida por todas as pessoas.

 

É para essa verdade cuja essência é a liberdade que este livro pretende contribuir, dando voz a estas vozes.

 

 

 

Gerir a Diabetes

Uma corrida de fundo

 

Autor: Carlos Lopes e Luís Gardete Correia

Editora: Gradiva

Páginas: 160

PVP: 9,90€

 

Sinopse

Num país onde se estima existirem mais de um milhão de diabéticos, este livro constitui um contributo importante para a compreensão da doença e prevenção das suas possíveis complicações. Para tal, conta com a colaboração de duas figuras conhecidas: o testemunho do antigo atleta de excepção Carlos Lopes, hoje com diabetes, e os esclarecimentos do médico Luís Gardete Correia, presidente da prestigiada Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal.

Estimando-se que em Portugal haja mais de um milhão de diabéticos, Gerir a Diabetes – Uma Corrida de Fundo é um contributo importante para a compreensão da doença e a prevenção das suas possíveis complicações, aberto a toda a comunidade, mas orientado para ajudar os próprios doentes a lidarem com a diabetes no se quotidiano e a conquistarem autonomamente uma vida com qualidade.

Para tal, conta com a colaboração de duas figuras conhecidas, que assim prestam um serviço a todos os que dele necessitam ou que de algum modo se interessam pelo tema: 

• o antigo atleta de exceção Carlos Lopes, campeão olímpico da Maratona em Los Angeles, hoje com diabetes, partilha com os leitores algumas perspetivas e facetas da sua vida;

• o médico Luís Gardete Correia, Presidente da prestigiada Associação Protectora dos
Diabéticos de Portugal
, com uma vasta carreira dedicada a este tipo de doentes, fornece um amplo conjunto de informações acessíveis e actualizadas, fundamentais para a adequada «gestão» da doença.

 

 


O Poder e os Pobres

Dinâmicas políticas e sociais da pobreza e da assistência em Portugal (séculos XVI a XVIII)

 

Autor: Laurinda Abreu
Editora: Gradiva
Páginas: 500
PVP: 18,00 €

 

Sinopse

O Poder e os Pobres - As dinâmicas políticas e sociais da pobreza e da assistência em Portugal (séc. XVI-XVIII)demarca-se das abordagens mais tradicionais aos fenómenos da pobreza, da assistência e da saúde. No período moderno, a assistência era um factor de coesão social e assim era percepcionada pelas autoridades, centrais e locais, frequentemente abertas a processos de interacção e negociação, que tiveram um inegável valor sociopolítico. 

∙ Quais foram os campos de intervenção privilegiados pela Coroa portuguesa no que concerne às questões da assistência e da saúde pública e quais as estratégias que empregou em relação a cada uma delas? 

∙ Como atraiu os diferentes agentes para a implementação das suas directrizes e de que forma os fez participar no respectivo esforço financeiro? 
∙ Como foram partilhadas as responsabilidades assistenciais entre a sociedade civil e a Igreja? 

∙ Como é que a sociedade operacionalizou as orientações do emergente Estado Moderno? 

∙ Como interagiram os diversos actores para a distribuição e uso dos recursos disponíveis? 

Eis algumas das questões em análise ao longo desta obra, cujo principal objectivo é observar, nas tendências de longa duração, os mecanismos de resistência e de adaptação da norma geral aos interesses dos indivíduos ou dos grupos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Estou a ler...



Tabela de Classificação:



WOOK - www.wook.pt