Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Je Suis Charlie

por Tânia Breda, em 08.01.15

895489.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

165538436_770x433_acf_cropped-770x433.jpg

A resolução de Ano Novo de Mark Zuckerberg, fundador da rede social Facebook, não é deixar de fumar, deixar de comer carne ou tornar-se uma pessoa melhor. É ler livros. Numa publicação que fez no site de que é chefe e fundador, o empreendedor de tecnologia afirmou ser seu objetivo para 2015 ter uma “dieta de media” com mais livros.

“Estou entusiasmado com o meu desafio de leitura. Penso que ler livros é intelectualmente gratificante. Os livros permitem-nos explorar completamente um assunto e mergulhar [nele] de uma forma mais profunda do que a maioria dos media hoje em dia”, escreveu o fundador do Facebook, que está empenhado em ler um livro novo a cada duas semanas.

 

Zuckerberg diz estar especialmente interessado em conhecer “culturas, crenças, histórias e tecnologias diferentes” e, por isso, criou uma página na rede social que funciona como um clube do livro. A cada duas semanas, Mark dirá que livro vai ler e os utilizadores do site são convidados a participarem em discussões sobre esse livro. O primeiro do ano é O Fim do Poder, de Moisés Naím, editado em Portugal pela Gradiva. Trata-se de uma obra que “mostra como o impulso anti-establishment dos micropoderes pode derrubar tiranos, desalojar monopólios e abrir novas e extraordinárias oportunidades, mas também levar ao caos e à paralisia”, lê-se no site da editora.

 

Lançada no sábado, a página “A Year of Books” já tem mais de 133 mil seguidores. Entre as sugestões feitas pelos internautas estão centenas de referências ao Corão, seguidas de outras da Bíblia e do Livro de Mórmon, por exemplo.

 

Fonte: O Observador

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Estou a ler...



Tabela de Classificação:



WOOK - www.wook.pt