Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




01220121_Erebos_201504071736.jpg

Título: Erebos - É um jogo. Ele observa-te.

Autor: Ursula Poznanski

Editora: Editorial Presença

Páginas: 384

PVP: 17,90€

Data de Lançamento: 15 de Abril de 2015

 

- 4.1 estrelas na amazon.com

- 4.2 estrelas no Goodreads

- Traduzido em 32 países

- Mais de 300 mil exemplares vendidos na Alemanha

 

Sinopse

Numa escola de Londres um misterioso e viciante jogo de computador circula entre os estudantes, mas ninguém fala disso abertamente. As regras do jogo são extremamente rígidas. Cada jogador tem apenas uma oportunidade e se perder nunca mais pode entrar no jogo; deve estar sempre sozinho e não pode falar a ninguém sobre o seu jogo. Quem violar estas instruções é também eliminado. O jogo é inteligente e interage com o jogador como se o vigiasse constantemente. As missões atribuídas devem ser concretizadas no mundo real. Quando Nick Dunmore começa a jogar, sente-se de imediato absorvido, aprende as regras e avança rapidamente; contudo, vê-se forçado a questionar as implicações deste jogo perigoso. Qual o verdadeiro objetivo? E que segredo esconde? Um livro que os apreciadores de fantasia, jogos de computador, lendas urbanas, distopias, não devem perder.

 

Sobre a autora:

Ursula Poznanski é austríaca e nasceu em Viena (1968). Após ter terminado o secundário, matriculou-se em vários cursos e trabalhou numa editora especializada em publicações de medicina. Depois do êxito fulgurante que obteve com os seus romances para jovens, passou a dedicar-se exclusivamente à escrita. Publicou o primeiro livro infantil em 2003 e, em 2006, recebeu o Prémio Literário Infantojuvenil da cidade de Viena. A este seguiram-se vários outros galardões de grande prestígio, entre os quais o Jugendliteraturpreis (o prémio de literatura juvenil mais importante da Alemanha), em 2011, pelo livro Erebos. Os direitos deste livro estão vendidos para mais de 30 países. Ursula Poznanski vive com a família no sul de Viena.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Passatempo Editorial Presença

por Tânia Breda, em 15.04.15

AFTER leva-te ao concerto dos 5 SECONDS OF SUMMER

 

11115743_10152881154202956_6959936441157584935_n.j

 

Ao comprar o livro After tem a possibilidade de ir com um amigo à borla ao concerto dos 5 Seconds of Summer!

 

Para ganhar um dos 3 bilhetes duplos para o concerto de 4 de Maio no MEO Arena, só tem de:

 

1. Comprar o Livro After em www.presenca.pt/livro/after

 

2. Enviar um email para passatempos@presenca.pt com:

  • O comprovativo de pagamento da encomenda
  • Uma mensagem super criativa dedicada ao seu cantor favorito dos #5SOS (com um máximo de 150 caracteres)

3. Estar atento ao seu email e Facebook da Presença no dia 24/04, pois será o dia em que vamos anunciar os 3 vencedores!

 

 

Participe até 23 de Abril e... Boa sorte! ;)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Jorge Reis-Sá publicado no Brasil‏

por Tânia Breda, em 15.04.15

CAPA A Definicao do Amor_300dpi.jpg

Título: A Definição do Amor

Autor: Jorge Reis-Sá

Editora: Guerra e Paz Editores

Páginas: 272

PVP: 16,60€

 

Acabado de chegar às livrarias nacionais, o novo romance de Jorge Reis-Sá vai também ser publicado no Brasil. Depois de Todos os Dias eDom terem sido publicados na Editora Record, em 2007 e 2009, aTordesilhas comprou agora os direitos de A Definição do Amor e prepara-se para levar o mais recente livro do autor português aos leitores brasileiros.

 

Com esta internacionalização, Jorge Reis-Sá junta-se assim a um catálogo que inclui obras de autores como o brasileiro Glauco Mattoso e os portugueses Bernardo Carvalho ou Isabel Milhós. A Tordesilhas publica ainda autores internacionais como Alejandra Pizarnik, Imre Kertesz, Luigo Pirandello, Mircea Eliade, Virgínia Woolf, F. Scott Fitzgerald ou o nosso Eça de Queirós.  

 

 

Sinopse

«E, num acaso da noite, vindo eu do hospital, do barulho dos rádios nas enfermarias junto ao quarto – os homens a acompanharem as esposas na visita semanal aos doentes mas mais interessados no futebol – da Susana continuamente parada, o cilindro azul e o barulho repetido da sua respiração, vindo eu da vida que me escolheram sem uma palavra

– Francisco, importa-se de ficar viúvo? Dava jeito.

sem uma possibilidade de aceitação, sequer, vindo eu, o velho Fidélio perguntou está melhor.

Ainda nestes dias não tinha chorado, já se contam quatro. A minha mulher vai morrer, assim se desligue a máquina que a respira. O meu filho vai ficar órfão, o meu outro filho sequer vai nascer, o mais certo. E eu sóbrio e inflexível, a não querer entender. Mas a pergunta do velho Fidélio foi a mais forte dor no coração – a Susana dizia sempre boa noite, Sr. Fidélio, e as pombas, bem?, sacudindo o resto das migalhas para os pardais no andar de cima. Abracei-o. Fraquejaram-me as pernas. Chorei por quatro dias, Susana – quem vai agora perguntar pelas pombas ao velho Fidélio?»

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Estou a ler...



Tabela de Classificação:



WOOK - www.wook.pt