Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




capaprovisoria-DL-umamaocheiadeplantasquecuram.jpg

Este livro não é apenas um guia prático e transpõe também as fronteiras que limitam os manuais técnicos. É verdade que identifica os constituintes químicos, bem como as propriedades e aplicações medicinais de 55 plantas, mas vai mais além, porque as quer retratar a partir de todas as perspetivas e em todos os contextos.

Assim, a par de conselhos de cultivo e curiosidades botânicas, são nos revelados os usos possíveis das várias espécies ao nível da culinária, da cosmética ou da tinturaria. Ao mesmo tempo, descobrimos o seu impacto cultural: as marcas que imprimiram na história dos homens, os mitos e as lendas de que são protagonistas.

As imagens a cores, por sua vez, despertam-nos o olhar para as subtilezas presentes numa folha de milefólio em contraluz ou para os pormenores de um botão de esteva prestes a desabrochar.

E, página a página, de uma forma quase íntima, aproximamo-nos de 55 plantas aqui unidas por um atributo comum: o facto de crescerem espontaneamente em Portugal.

 

Fique atento. Esta novidade Dinalivro está para breve... ;)

Autoria e outros dados (tags, etc)

01990074_Vermelho_Como_Sangue.png

Título: Vermelho Como O Sangue

Autora: Salla Simukka

Editora: Editorial Presença

Páginas: 216

PVP: 14,90€

 

Esta opinião vem um pouco tardia, porque já  li este livro, que me foi oferecido por um familiar, há 6 meses.

 

Ora, Lumikki é uma jovem bastante independente de 17 anos com características semelhantes à Branca de Neve. Ela estuda numa escola de artes na Finlândia e ao chegar mais cedo, vai ao estúdio de revelação fotográfica e encontra algo estranho: notas manchadas com sangue.

Depois de pensar, resolve não revelar a informação a ninguém e esperar que o dono do dinheiro apareça. É quando ela descobre que alguns dos seus colegas estão envolvidos nessa situação estranha. Quando eles se apercebem que Lumikki já sabe de tudo o que se passa, resolvem comprar o seu silêncio com uma parte do dinheiro, mas ela não aceita.

Em seguida, uma série de acontecimentos na vida dos jovens acontecerão e farão com que a vida de Lumikki e dos seus amigos fiquem em risco... 

 

Gostei do livro, mas a minha expectativa era mais elevada. Faz juz a thriller policial para jovens, tem um óptimo enredo, é leve, cativante e apesar de conter poucos diálogos, o texto é recheado de cenas de acção e mistério.

 

As últimas páginas deixam muitos leitores curiosos pelos próximos livros, apesar de ter acho na altura, o final bastante abrupto e calculável. O meu pensamento foi "Já acabou? Mas só assim?"

 

Vermelho Como O Sangue é o primeiro livro da trilogia Branca de Neve de Salla Simukka, talvez os próximos livros tenham um twist final inesperado.

 

Classificação: 3/7

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

image.jpg

Título: A Longa Estrada Para Casa
Autor: Saroo Brierley
Editora: Editorial Presença
Páginas: 208
PVP: 14,90€
Data de Lançamento: 4 de Setembro de 2015
 
Sinopse
Saroo, de cinco anos, está numa estação de caminho de ferro, sozinho. Perdeu-se de Guddu, o irmão mais velho, que o acompanhava. Sem saber como regressar a casa, enfia-se num comboio acreditando que Guddu há de encontrá-lo. No dia seguinte, porém, vê-se nas perigosas ruas de Calcutá, por onde deambula durante semanas para sobreviver, só e sem qualquer documento, perante a indiferença da multidão. Acaba por ser acolhido num orfanato e, mais tarde, adotado por um casal australiano.

Embora feliz na Austrália, com a sua nova família, que em vão tenta esforçadamenteconhecer as suas origens, Saroo nunca deixa de pensar na mãe e nos irmãos que ficaram a quase meio mundo de distância. Anos depois, passa horas a perscrutar imagens do Google Earth na esperança de localizar e identificar referências da sua aldeiaque lhe permitam reencontrar amãe biológica. Uma história verídica, comovente e intensa, que já inspirou milhões de pessoas em todo o mundo.Um hino à esperança, ao poder dos sonhos e à coragem de nunca desistir.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

holmes.jpg

Título: A Era do Deslumbramento

Como a geração romântica descobriu a beleza e o temor da Ciência

Autor: Richard Holmes

Editora: Gradiva

Páginas: 706

PVP: 25,00€

 

A Era do Deslumbramento é um livro único, de história e de história da ciência, que venceu o Prémio da Royal Society. Segundo o próprio autor, o reputadíssimo Richard Holmes, «é uma corrida de estafetas de histórias científicas, que se interligam para explorar a narrativa histórica mais abrangente» de uma época. Incide sobre a revolução científica que teve início na Grã-Bretanha no final do século XVIII e produziu uma nova visão da ciência e do mundo.

Esse período romântico é, de uma forma simbólica, balizado por duas célebres viagens de exploração: a expedição de circum‑navegação do capitão James Cook a bordo do Endeavour, em 1768, e a viagem de Charles Darwin às ilhas Galápagos, a bordo do Beagle, em 1831. Essa é a A Era do Deslumbramento, que trouxe intensidade imaginativa e carácter empolgante ao trabalho científico. Esta manifestou-se, entre outros aspectos, pela ligação das descobertas a personalidades individuais.

Richard Holmes é um excelente contador de histórias e, por isso, trata as teorias focando-se nas pessoas. Apresenta e reflecte sobre as várias questões da ciência, mas tudo se traduz no fim, afinal, numa narrativa admirável de histórias humanas empolgantes e factos históricos decisivos. Richard Holmes capta o pulsar das descobertas científicas e o sentimento dos homens que as realizaram, reconstituindo o contexto dessa época tão marcante no percurso da aventura humana.

Considerado o Melhor Livro do Ano para o New York Times Book Review, A Era do Deslumbramento é uma obra de grande fôlego, informativa e de leitura compulsiva, acessível e cativante.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

1.jpg

Título: Lila
Autora: Marilynne Robinson
Editora: Editorial Presença
Páginas: 248
PVP: 16,50€
Data de Lançamento: 4 de Setembro de 2015
 
Sinopse
Uma obra literária sublime com uma intensidade rara e penetrante. Lila, de quatro ou cinco anos, vive negligenciada numa casa de emigrantes algures no Midwest, na década de 1920. Passa o tempo debaixo de uma mesa e quando não consegue conter o choro, mandam-na para fora de casa. Uma noite, Doll, uma jovem vagabunda de rosto desfigurado, decide levá-la consigo para longe. Ambas sobrevivem juntando-se a um grupo de nómadas em busca de trabalho pelos campos em pleno período da Grande Depressão americana.

Os anos passam até que Doll desaparece misteriosamente. Lila continua a deambular para sobreviver. Contudo, um dia para se abrigar da chuva entra numa igreja de uma pequena localidade na altura em que o reverendo John Awes proferia o seu sermão. A partir deste momento, assistimos a mudanças que marcarão para sempre a vida destes dois personagens.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)


A penúltima leitura do mês de Agosto de 2015

por Tânia Breda, em 24.08.15

Estou a meio do livro. A minha leitura actual é Por Favor, Perdoa-me de Melissa Hill e estou completamente deliciada com toda a história.

Para além de ser cativante, tem personagens interessantes e consegue prender completamente o leitor. Eu, que adoro romances, confesso que ler algo de Melissa Hill é uma estreia, e se continuar a proporcionar excelentes horas de leitura como tem feito, quero ler mais livros destes da sua autoria!

 

Em breve estará disponível a minha opinião ;)

 

350_9789897413247_por_favor_perdoa_me.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

estac3a7c3a3o-onze.jpg

Título: Estação Onze
Autora: Emily St. John Mandel
Editora: Editorial Presença
Páginas: 336
PVP: 16,90€
Data de Lançamento: 4 de Setembro de 2015
 
Sinopse
Estação Onze conta-nos a cativante história de um grupo de pessoas que arriscam tudo em nome da arte e da sociedade humana após um acontecimento que abalou o mundo. Kirsten Raymonde nunca esqueceu a noite em que teve início uma pandemia de gripe que veio a destruir, quase por completo, a humanidade.

Vinte anos depois, Kirsten é uma atriz de uma pequena trupe que se desloca por entre as comunidades dispersas de sobreviventes. No entanto, tudo irá mudar quando a trupe chega a St. Deborah by the Water. Um romance repleto de suspense e emoção que nos confronta com os estranhos acasos do destino que ligam os seus personagens.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/5




Estou a ler...



Tabela de Classificação:



WOOK - www.wook.pt