Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Capa.JPG

Olivier Bourdeaut, 35 anos, é um completo desconhecido: acabou agora de se estrear como romancista. Entrou de rompante pelas livrarias francesas, a 7 de Janeiro, pela mão de uma pequena editora de Bordeaux, a Finitude, e em menos de nada – com um estalar de dedos e 160 páginas – conquistou a crítica literária, fazendo o pleno na imprensa especializada. O seu romance de estreia, À Espera de Bonjangles (En Attendant Bojangles), foi já comparado por vários críticos a «A Espuma dos Dias», de Boris Vian.

Saudado, à esquerda e à direita, pelo Libèration e pelo Le Point, pelo L’Express e pelo Le Figaro, é este o livro que a Guerra e Paz vai lançar em Portugal, já em Maio, antes da Feira do Livro.  

 

Olivier Bourdeaut, o autor, justifica esta aventura dizendo que começou por escrever um livro do tamanho de um tijolo, muito sombrio, mas que nenhum editor o quis. Então, diz ele, “imaginei a vida um casal louco de amor, testemunhada pelo filho deles, uma criança ainda” e nasceu À Espera de Bojangles. Para o editor Manuel S. Fonseca, o que atrai de imediato, no livro é “a sua imparável fantasia, a sua alegre e irresistível luminosidade. É um livro que dança”.

À Espera de Bojangles é a aposta da revista LIRE para esta rentrée.  “Um primeiro romance doce, feliz como um dia de festa, agradável como um bom banho quente. Para o ambiente literário, imagine Jacques Prévert, Raymond Queneau e Roald Dahl como bamboleantes autores do piano cocktail de Boris Vian, filho espiritual destes jovens energúmenos”, lê-se na edição de Fevereiro da mais conceituada revista francesa de literatura.

À Espera de Bojangles está comprado para dez países, entre os quais Espanha, Alemanha, Itália, Bulgária, Israel, Suécia, Dinamarca, Holanda, incluindo a compra para os Estados Unidos pela Simon & Schuster. No primeiro mês, o romance já tinha vendido 25 mil exemplares em França.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

o-numero-das-estrelas_capa.jpg

Título: O Número das Estrelas
Autora: Lois Lowry
Editora: Booksmile
Páginas: 144
PVP: 10,99€
 
Com mais de 2,5 milhões de livros vendidos, O Número das Estrelas, Lois Lowry, é um êxito mundial. Distinguido com a medalha Newbery, o mais importante prémio infantojuvenil norte-americano, este clássico foi considerado pela revista Time um dos 100 melhores livros de sempre para jovens.
 

 

​Sinopse

Estamos em 1943. Para Annemarie, a vida em Copenhaga passa-se entre a casa e a escola, dificultada pela escassez de comida e pela presença constante de soldados nazis nas ruas. A coragem parece uma virtude distante, apenas ao alcance dos cavaleiros das histórias de príncipes e princesas que Annemarie conta à irmã Kirsti, antes de ela adormecer.
 

 

Quando as tropas alemãs intensificam a campanha para «transferir» todos os judeus da Dinamarca, os pais de Annemarie acolhem Ellen, a sua melhor amiga, fingindo que têm três filhas. As meninas vivem como irmãs até ao dia em que se torna evidente que algo mais precisa de ser feito para salvar Ellen e a respetiva família, assim como os restantes judeus da Dinamarca.

​ 
Vista pelos olhos de uma menina de 10 anos, esta é uma história baseada em factos reais que conta os esforços da Resistência dinamarquesa para salvar todos os judeus do país - perto de 700 mil pessoas -, fazendo-os atravessar o mar até à Suécia.
​ ​
Um livro recheado de esperança e heroísmo, que nos mostra como a solidariedade é possível, mesmo em tempos de guerra e horror.​

«Um livro essencial e comovente.» - John Boyne, autor de O Rapaz do Pijama às Riscas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Estou a ler...



Tabela de Classificação:



WOOK - www.wook.pt